Sequestro de Dados (RANSOMWARE)

O SEQUESTRO DE DADOS

 

Atualmente, pessoas e pequenas e médias empresas tem se deparado com um crime que, infelizmente, tem se tornado cada vez mais comum em meio a tecnologia: o sequestro de dados. Apesar do principal alvo serem pequenas e médias, há relatos de pessoas que foram vítimas desse crime nas suas residências.

 

RANSOMWARE

O sequestro de dados é conhecido como “ransomware”. O termo originou-se do inglês: ransom > resgate e software> programas. Os Ransomwares são códigos maliciosos que criptografam (codificam informações de modo que somente destinatários autorizados possam ter acesso a ela) os dados do usuário e para descriptografar há uma exigência de valor para resgate das informações.

 

COMO OCORRE O SEQUESTRO DE DADOS?

Os criminosos sequestram os dados digitais de computadores ou smartphones dos usuários e exigem um pagamento para devolvê-los (uma vez que os hackers sequestram seus dados, é difícil recuperá-los sem pagar o valor exigido). Como? A infecção pode acontecer quando o usuário entre em sites maliciosos ou invadidos ou quando ele abre e-mails desconhecidos.

Este tipo de ataque é uma grande ameaça e muito complicado de solucionar porque é extremamente difícil rastrear os criminosos, afinal, eles usam diferentes técnicas para agir de maneira oculta pela internet.

 

PREVENÇÃO AO RANSOMWARE

A melhor maneira de escapar desse tipo de ataque, evitando a perda de dados e o estresse que essa ação causa, é: prevenção. Abaixo estão as melhores estratégias de segurança para seus dados.

 

  1. BACKUP: fazer backup é uma das maneiras mais eficazes de evitar possíveis prejuízos na perda de dados. Backup é um sistema de recuperação de dados, que copia arquivos importantes e pode ser armazenado num HD externo ou sistemas de rede online (Dropbox, Google Drive).
  2. ANTIVÍRUS: instalar um software de monitoramento e combate à programas maliciosos e que faz a limpeza do seu computador é um método de prevenção com resultados. Existem bons programas de proteção pagos e gratuitos. O importante é sempre manter o software ativo e atualizado, para que toda vez que surgir uma suspeita de ransomware você seja avisado sobre uma ameaça detectada e o hacker tenha dificuldade para aplicar o golpe.
  3. ATUALIZAÇÃO DE PROGRAMAS: é importante manter a atualização do seu sistema operacional e softwares, por que ela não traz apenas novas funções, a atualização corrigi falhas de segurança para conter a vulnerabilidade dos softwares de possíveis ataques.
  4. ESTEJA ALERTA E SUSPEITE: alguns criminosos cibernéticos utilizam de métodos a fim de persuadir o usuário, estimulando confiança para obter informações ou para que a vítima baixe conteúdos através de e-mail ou links de sites. Por isso, esteja alerta e sempre desconfie de e-mails de cobrança ou apresentação de serviços, prefira sempre confirmar se aquela informação é realmente verdadeira antes de acessá-la.
  5. ATENÇÃO AOS ARQUIVOS: alguns arquivos trazem extensões incomuns do nosso dia a dia. Extensão é um sufixo de três letras de um arquivo, que identifica o seu tipo e formato. Exemplo:
  • .txt: texto
  • .doc: documento do Word.
  • .jpg: foto/imagem.
  • .xls: documento do Excel.

Tenha cuidado com arquivos identificados com extensões como: .exe, .vbs, .scr e até .jpg.exe ou .doc.scr (que disfarça arquivos maliciosos), prefira não executá-los sem saber a procedência (execute o antivírus antes).

  1. REDE: a rede wi-fi (online) pode ser um dado de fácil acesso aos hackers quando algumas informações ficam “penduradas”. Nesse caso, se houver alguma suspeita de infecção de ransomware, desligue o dispositivo e a internet para que a possível invasão não se propague, e procure solucionar o problema. Respeite os alertas!

 

INFORMAÇÕES EXTRAS:

Confira essa matéria fresquinha da Folha de São Paulo relatando um mega ataque cibernético que derrubou sistema de comunicação por todo o mundo: http://m.folha.uol.com.br/mundo/2017/05/1883408-mega-ciberataque-derruba-sistemas-de-comunicacao-ao-redor-do-mundo.shtml?mobile (acesso em 12/05/2017).

A Tecmundo também relatou o acontecido no seu site sobre o megacibertataque na Espanha e no Reino Unido. O Ministério Público e a Justiça de SP desligaram suas máquinas para evitar o sequestro de dados: https://tecnologia.uol.com.br/noticias/redacao/2017/05/12/ciberataque-gigante-afeta-sistema-de-saude-e-empresas-da-europa-e-asia.htm (acesso em 12/05/2017).

Para mais informações, confira a matéria recente da equipe do Estadão pelo link: http://economia.estadao.com.br/blogs/sua-oportunidade/pequenas-viram-alvo-frequente-de-sequestro-de-dados/ (acesso em 11/05/2017).

Nesse infográfico você confere de modo dinâmico a ação desses hackers no sequestro de dados e outras informações: http://s2.glbimg.com/iVgLx48MTUoObU-vNE1BNPBd1s4=/e.glbimg.com/og/ed/f/original/2017/03/24/esquema_8eqUvOB.png (acesso em 11/05/2017).

 

SUPORTE TÉCNICO ESPECIALIZADO – MYCOMPUTERS


Se você precisa de suporte técnico especializado para a sua empresa, seja ela pequena, média ou grande, a MyComputers oferece contratos de suporte técnico, definidos de acordo com o perfil, expectativas e orçamento de sua empresa.

Para mais informações ligue (11) 4237-7208 ou envie um email para: contato@mycomputers.com.br

 



Deixe uma resposta

WhatsApp Fale direto com o Suporte
× Como posso te ajudar?